5 partes do corpo que eu tatuaria

Inspirada pelo post da Monique, do Ai, que fase!, vou contar também as 5 partes do corpo que tatuaria. Eu tenho apenas uma tatuagem na panturrilha e já mostrei ela aqui. Adoro o tema tatuagem e vivo procurando referências no Pinterest. Já postei no Feufolândia 35 ideias de mini tattoo, tatuagem colorida, watercolor tattoo ou tatuagem aquarela e 20 ideias de tattoo de gatinhos.

Tá. Tenho vários desenhos na cabeça e até já me arrisquei em fazer um esboço no papel do que eu queria. Mas qual parte do corpo tatuar?


1. Na frente da coxa


O primeiro desenho que tenho na cabeça é perfeito para essa parte da coxa e ele é meio grandinho. Não vejo a hora de fazer. Acho lindo tattoo na coxa, é um espaço ótimo para uma tattoo grande.


2. No meio das costas próximo ao pescoço


Também um ótimo espaço para uma tatuagem grandinha. Sou muito fã das tattoos maiores. Desconsiderem os desenhos, não fazem muito meu estilo, é só para mostrar o local.


3. Antebraço


Outro lugar que eu tatuaria, mas como meu braço é magrinho, não poderia ser uma tattoo muito grande/larga. Poderia até considerar uma mini tattoo como esse gatinho fofíssimo. *-*


4. Pés


Fico meio assim (pensem numa careta) com tatuagens nos pés. Mas outro dia conversando com meu namorado ele até falou para eu fazer algum dia na frente dos pés assim como nas fotos. Deve doer para caramba, né? Faria logo nos dois pés e desenhos que tivessem relação um com o outro.


5. Canela


Adoraria tatuar a canela, na frente. Ou melhor, a canela toda e fechar a perna como se fosse uma meia colorida. Acho tão legal, genteeeem. *-*

E o estilo da tattoo? Hum... isso é assunto pra outro post! \o/

Você curte tatuagem? Qual parte do corpo tatuaria?
Bjs.


Minha primeira tatuagem

Tatuagem já é um sonho antigo meu. Sempre fui fã dessa arte milenar! Sempre quis ter mil tatuagens pelo corpo. Não tinha feito ainda por causa de grana mesmo. Gosto de tatuagens grandes, coloridas, chamativas e que também tenham significados. E vamos combinar que é caro! Você não vai querer ir em qualquer estúdio, com qualquer tatuador. Primeiramente, deve ser feita uma pesquisa, ter indicações de amigos ou conhecidos. Tatuagem é coisa séria, é pra sempre, bem... teoricamente, né?

Mas minha primeira tatuagem chegou numa hora muito feliz da minha vida. Ela não é graaaande, mas já é um bom começo!
Acho que todos já sabem que namoro há um tempão, já são 7 anos lindos com meu namorado e, resolvemos eu e ele, fazer uma tatuagem que tem um significado importante pra gente. O símbolo do infinito pode ser clichê mas acho que traduz tudo! Para não ficar comum, decidimos fazer uma textura que imitasse pedra e um sombreado para dar intenção de 3D. Sim, fizemos o mesmo desenho, na perna esquerda, com a diferença do dele ser um pouquinho maior, já que a panturrilha é mais larga.


Pronta para encarar uma sessão de tortura

Dói ou não dói? 

Meu, é claro que dói! É uma dor chaaaata que só. Ouvi muitas pessoas falando que na panturrilha dói muito, aliás, a tatuadora do estúdio disse que a panturrilha tem muitas terminações nervosas, então você sente uns pontos doerem muito mais que outros. E foi exatamente isso que eu senti. Tinha horas que não sentia nada, parecia que nem tava com a agulha alí, mas de repente, sentia cortar a pele, como se a ponta de uma faca estivesse cravando. Não quero assustar ninguém! Afinal, cada um sente um tipo de dor, não é mesmo?

Para quem nunca fez tatuagem, o primeiro momento, o primeiro contorno é um susto. É a primeira sensação àquele tipo de dor. Depois vai que vai. Sim, é suportável. Não chorei, não desisti, não baixou pressão, nem nada (sempre sou muito molenga, gente!). Aguentei firme e forte! E o preenchimento? É outro tipo de dor. Parece uma queimação, não sei explicar. Ele usa outra agulha também, creio que uma mais grossinha.


Tatuagem fresquinha

Fotografamos com celular logo depois da sessão, mas não ficou muito boa a foto. E quando cheguei em casa tirei uma melhor. Saí do estúdio com o plástico, e a pele reagindo assim, com muito sanguinho em volta, lindo! =P
Fiz a tatuagem no dia 18 de abril. E hoje, dia 25 já começou a soltar a pele, a famosa casquinha que todos falam. Pra mim não parece casca nenhuma e sim pele. Tá bem de boa. Quando passo a pomada, sinto a tatuagem meio áspera. Já li bastante sobre isso e é sempre a mesma ladainha: não arranque, deixe a pele sair naturalmente.
Ficou dolorido nos primeiros dias, de encostar, andar ou balançar a perna e sentir um incômodo chato. Hoje, já não sinto mais isso. A coceira é uma das piores partes. Mas tenho que aguentar, se eu coçar vai machucar.
Não consegui usar o plástico por muito tempo. Começou a me dar alergia pois o pêlo estava crescendo. A pele ficou toda empelotada, não na tattoo, no resto da perna mesmo. Só usei esse plástico uns 3 dias.


Namorado e eu com as pernocas marcadas

Demoramos tanto para tirar essa foto! Minha mãe que o diga! :P Dá pra perceber que a tattoo dele é um pouco maior, né? A dele começou a sair pele um ou dois dias antes da minha. Será por que a cicatrização dele é mais rápida? Me ajudem! #leiga

Assim que a tattoo estiver totalmente cicatrizada, fotografo de novo e venho mostrar pra vocês. Tem também a foto que tiramos no estúdio no dia seguinte, quando for publicada no facebook do tatuador eu mostro também. Aliás, para quem é da baixada santista, recomendo o Paulinho Tattoo. Trabalha muito bem, tem vários prêmios e um estúdio legal. Vale a pena conferir o trabalho dele no facebook. 

Essa tatuagem foi só a primeira, gente. Foi um empurrão mesmo! Agora já sei como é.... hehehe Já sei a dor! Tenho mais mil planos para outros desenhos. Esperem e verão! ;)

Beijos ;*



Facebook

Publicidade